Páginas

domingo, 22 de abril de 2012

Um pouco de poesia

                                                                                
          LIVRE                                                 
                                                                              
Quando acordei da vidinha...
do marasmo...
me senti estranha diante daquele cotidiano,
não mais, nunca mais as mesmas coisas !


Renovei as penuges e agora, com asas novas,
quero voar...
Sentir o vento, o calor do sol a mercê da natureza,
da minha natureza livre...


Perdi as contas dos dias que esperei,
experimentar este momento...
Enfim brotou, como uma semente,
que de repente caiu na terra,
e com o orvalho da noite
começou a germinar...


Oi gente! Escrevi esta " poesia" se é que podemos chamar assim, em 2003, numa fase muito boa da minha vida, quando enfim me livrei das amarras em que, eu mesma havia me imposto  e de outras tantas que a própria vida impõe.
Olha, nem acredito que estou postando isso, é também mais uma prova de que realmente me sinto livre, rsrs.


 Um bom domingo pra todos!
Abraços e fiquem com Deus.                                              





quinta-feira, 19 de abril de 2012

Suculentas e os efeitos da mudança

Oi gente! as minhas plantinhas andam sofrendo para se adaptarem  ao novo local, quando chegamos estava chovendo muito e por isso colocamos a prateleira em um local mais protegido, mas como passavam mais tempo na sombra, elas começaram a perder o seu colorido.
Ficaram umas duas semanas neste local, para não levar muita chuva.
Antes esta estava assim, bem colorida e linda
Com duas semanas na sombra, foi ficando assim, descolorida...
Antes, com seu lindo colorido
Começando a desbotar, e depois ficou mais apagadinha ainda

Ai resolvemos colocar na parede que pega bastante sol, mas, o sol da tarde, e vejam o que aconteceu: 
Algumas começaram a queimar, levando chuva e sol, resta saber se foi o excesso de chuva ou o excesso de sol.
Um estrago, da noite para o dia... quando percebi já estavam assim.
Quase choro quando vi, muitas folhas queimadas, então resolvi levar pra sobra pelo menos as mais sensíveis, não tenho muita  opção de espaço aqui, ai fico revezando, deixo um tempo no sol, depois retiro pra sombra até perceber que já estão se adaptando, sei que vai dar uma boa mão de obra, mas elas merecem...

Bom minha gente, aproveito para agradecer as visitas de todos, aos novos seguidores, e a todos que sempre estão por aqui, adoro!!!
Abraços e fiquem com Deus!








sexta-feira, 6 de abril de 2012

O novo jardim

Gente, vou começar a mostrar algumas imagens do meu novo jardim:
Esta é a entrada para o jardim, bem menor do que o outro, como vocês podem ver, tive dificuldade para encaixar os dois vasos grandes, com a pata de elefante e a cica, devido ao espaço, mas não poderia deixar eles lá, pois estão comigo há bastante tempo e alem do mais, adoro!
Na frente do jardim fica a garagem e meu ateliê de costura, esse portão de ferro é a entrada para os dois, lá na frente fica uma lojinha (por enquanto desativada)
Temos este alpendre ligado ao jardim, que dar uma sensação de amplitude, e também é bastante ventilado, gostoso ficar por lá lendo ou recebendo amigos entre outras coisas.
Este foi o único espaço disponível pra colocar minha prateleira de cactos e suculentas, pega mais o sol do meio dia  pra tarde, lá no outro pegava mais o sol da manhã até o meio dia, vamos ver se vai dar certo.
Fomos presenteados logo de chegada por esta chuva de flores e pétalas no chão deste lindo ipê de jardim, quer boas vindas melhor que essa? Amei!
Bom gente, sei que mudança sempre mexe muito com a gente, é difícil, fica coisas pelo caminho que não dá pra levar, mas estou procurando encarar numa boa, porque sei que vai ser melhor pra mim, uma casa e jardim menores, é mais fácil de cuidar e também por ficar ligado ao ateliê, é só atravessar o portão, rs.
Abraços e fiquem com Deus!

domingo, 1 de abril de 2012

Mudança de jardim...

É isso mesmo, já estamos instalados na nossa outra casa, vizinha a que morávamos, aqui o jardim é menor e a casa também, tudo ainda está se ajeitando, algumas plantas ficaram, não deu pra levar por falta de espaço.
Vou mostrar um pouco como foi feito o trabalho para levar minhas plantinhas para este novo jardim.
Desocupamos com cuidado as prateiras (estante de ferro) a onde coloco cactos e suculentas.


 
Retiramos a cica que ficava neste canteiro e plantamos a fênix,  já que não teria espaço pra duas, tive que escolher , uma ou outra, ai, ai .
Os vasos foram todos levados em carrinho de mão, ainda bem que é pertinho, logo ao lado, rsrs
Talvez, vocês estejam me perguntando, porque mudar para um jardim e casa menores, já que as duas casas são suas? Pois é gente, sabe aquela coisa de ninho vazio? Então ... foi esse um dos motivos, primeiro meu filho casou, agora minha filha também, tenho um filho adolescente, e ele me prometeu que vai demorar muiiiiiiiiiiito pra casar, rsrs, mas, com a saída deles, a casa parece que ficou ainda maior, e como a outra estava desocupada, minha filha sugeriu a mudança, aí pensamos... analisamos...e decidimos, vamos mudar! Agora tá feito, resta saber o que vai ser do meu jardim, tamanho não é documento, rsrs, e tudo é uma questão de adaptação, criatividade e aceitar as mudanças da vida, podemos ser felizes em qualquer lugar, basta se dispor a isso, e vamos em frente!
Olha gente, o que eu mais tive pena de deixar, o meu pezinho de ata (fruta do conde), não faz uma pena?
Bom minha gente, ainda estou me acostumando com esse espaço novo, muita coisa para acomodar, outras tive que descartar, não entrei ainda na minha rotina normal de vida, mas já estamos mais perto disso agora. Depois vou mostrando mais, pois sei que vocês que acompanham o meu jardim é assim, querem vê toda essa mudança e torcem pra tudo dá certo.
Um feliz e maravilhoso mês de abril,  uma boa Semana Santa e fiquem com Deus!