Páginas

domingo, 28 de setembro de 2014

Primavera e lavanda como caminho.

A primavera é uma estação especial, vem cheia de cores e aromas, pássaros mais felizes e pessoas encantadas com a explosão de flores, trazendo um recado de vamos curtir tudo isso  com muita alegria.
Para saudar a primavera aqui no meu jardim, colhi flores do jardim da calçada e do ipê de jardim para fazer arranjos e enfeitar o blog e a casinha.
Gosto de usar as flores que temos no jardim e trazer um pouco pra dentro de casa, fazendo arranjos simples, mas com cara de 'é daqui mesmo, adoro'.
Contraste de cores, o lilás e azul do agapanto e mimo do céu  e o amarelo intenso do ipê, são cores que entram em casa e alegram com seu colorido vibrante.
E que boa ocasião para agradecer o lindo e querido presente que ganhei da Claudia, me enviando o seu livro  A lavanda como caminho,(https://claudiaroma.blogspot.com.br).

E olhem, já é o meu livro de cabeceira, super recomendo, cheio de coisas valiosas pra nossa vida, tô lendo e adorando.
Escolhi essa frase do livro que traduz um pouco do que a lavanda significa para essa autora, que tem com a lavanda uma verdadeira afinidade: " Impossível falar dela sem compará-la a uma brisa fresca e tranquila, que perneia com sutileza por onde passa", lindo né? Obrigada Claudia, amei!!!
Bom minha gente querida, por hoje é só, ando meio sumida como sempre, rs, mas ultimamente tem sido barra o meu dia-a-dia, minha mãe está fazendo um tratamento médico e duas vezes na semana passo a tarde com ela na clinica, o tempo que já era corrido, imagina agora.
Obrigada  por não me abandonarem e estarem  sempre presentes, mesmo com meus sumiços, tá?
Abraços e fiquem com Deus!

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Uma pequena horta.

Gente, se eu pudesse morava no mato de tanto que eu gosto de natureza, de plantar e de colher, mas como eu gosto também de rua, de um movimento, o ideal seria ter uma casa na cidade e outra no campo, como nossa querida Lena,  maaaas, nem sempre podemos ter tudo que queremos, não é mesmo? E o que fazer? Fazer de conta...rsrs.
Então fiz de conta que tinha espaço suficiente, juntei alguns vasos em um pequeno cantinho do quintal e comecei o que poderá ser uma pequena hortinha (feliz), semeei tomate cereja, manjericão e alfavaca.
Elas logo brotaram e começaram a se desenvolver, só um detalhe não favoreceu muito, o fator sol, pois nesse local (o único possível) o sol logo desaparece, e as plantas crescem muito em busca deste precioso elemento"o sol".
O  cantinho é este, rsrs, viram? Minusculo! Mas assim mesmo tô curtindo, nunca fiz uma horta antes e olha que sempre desejei uma... é tão bom ver que elas estão crescendo e sentir o cheirinho do manjericão, ô ô ô...
Os pés de tomate cereja, cresceram tanto que parecia querer encostar no céu, como na estoria de João e o pé de feijão, rsrs, isso em busca do sol.
Os tomatinhos dando o ar de sua graça, amei! Essa coisa de plantar, ver crescer e dando frutos, é uma delicia!
E quando amadurecem, hein? É só alegria, eita coisa boa!
Estes colhi para incrementar uma massa, Baby! E como diz o Louro José " tem todo o seu valor"
O manjericão e a  babosa (Aloe) já estão bem desenvolvidos, o manjericão uso nas massas e cozidos e a babosa uso nos cabelos toda semana para fortalecer e prevenir quedas.

Essa semana plantei cebolinha e hortelã, e conclui que, dar sim para se ter uma pequena horta em vasos, num cantinho qualquer que pegue um pouco de sol, e dai é só ter os cuidados básicos e logo você terá alguns produtos orgânicos colhidos na hora, não é bom?
Pessoas queridas, muito obrigada pelas palavras de isentivo nos comentários do post anterior, é muito bom saber que tem muita gente na torcida e que te deseja bem, amei o carinho, e tô amando a possibilidade de poder trabalhar com plantas, uma coisa que adoro, já trabalhei muitos anos como estilista e agora seria perfeito essa mudança
Abraços e fiquem com Deus!